Viajar com… ‘Tandem for Peace’

Vou-te levar a Viajar com… ‘Tandem for Peace’, um projecto de uma amiga, a Bárbara Marques, em conjunto com o seu pai, Manuel: “Um pai e uma filha a conectar de bicicleta o Cabo mais a Ocidente da Europa com o Cabo Norte, divulgando o espírito de paz e unidade”. Por outras palavras, vão de bicicleta Tandem (uma bicicleta para 2 pessoas) desde o Cabo da Roca, aqui em Portugal, até ao Cabo Norte, que, como o nome indica, fica no Norte… da Noruega! É verdade, vão pedalar cerca de 13000km e passar por 19 países! Mas têm um objetivo, claro. Queres saber qual é?

Antes de mais, os protagonistas desta aventura. A Bárbara (ou Babi, como os amigos, incluindo eu, lhe chamamos), é aventureira e apaixonada por viagens. Adora fotografar, adora a Natureza, o ambiente, os animais. O seu pai, Manuel (ou Machado como os amigos da juventude, incluindo o meu pai, lhe chamam), já percorreu meio mundo de bicicleta ou a correr, mas sempre por terra, até porque diz que por estrada não tem tanta piada. Já desceu e subiu cascatas, escalou montanhas e glaciares. São pai e filha e estão prestes a embarcar na maior (e, entre nós, a mais louca) aventura das suas vidas: TANDEM FOR PEACE!

DCIM100GOPRO
Bárbara e Manuel, os protagonistas desta viagem

É, em conversa com a Bárbara, que te explico tudo sobre este projecto.

Como surgiu a ideia desta viagem?

“A ideia inicial surgiu do meu pai que sempre sonhou em fazer a ligação do Cabo da Roca ao Cabo Norte em bicicleta. Eu terminei este ano a minha licenciatura e queria fazer uma pausa antes de começar a trabalhar e por isso pareceu-nos a altura ideal para avançar com a ideia porque eu sempre alinhei nas aventuras do meu pai e, apesar de parecer só uma viagem, acho que é uma oportunidade única de aprender e de crescer de uma maneira diferente. A ideia de ir de bicicleta surgiu porque foi um meio de transporte que sempre esteve presente na nossa vida e, tanto eu como o meu pai, já fizemos diferentes viagens de bicicleta como por exemplo os Caminhos de Santiago e a Estrada Nacional 2. Acreditamos que é o melhor modo para viajarmos “depressa” mas com tempo e tranquilidade para conhecer bem os sítios por onde passamos.”

Qual o objetivo desta viagem?

“Tal como disse, o objetivo da viagem não é “só viajar”, ser turista. O objetivo é ir com o espírito de peregrino, conhecer novas culturas e novas pessoas que de certeza terão muito para nos ensinar e que me farão crescer imenso e ver o mundo com outros olhos. Para além disso, queremos espalhar a mensagem de que é preciso lutar por um mundo mais unido e mais pacífico, algo que parece clichê mas que sentimos que é um tópico realmente necessário nos dias de hoje.”

Vão angariar dinheiro para um projecto. Fala-me sobre esse projecto.

“Ainda relacionado com a questão da paz e da unidade, decidimos ligar-nos a um projecto que se chama “Living Peace International“, que foi criado por pessoas do Movimento dos Focolares. Este projeto tem como objetivo educar todos, mas em especial os mais novos, para questões como a unidade, o respeito pelas diferentes culturas, entre outros tópicos que são, sem dúvida, muito relevantes para que as próximas gerações saibam como viver no nosso planeta de forma sustentável e pacífica. O objetivo é angariar, através de uma Campanha de Crowdfunding, 1€ por cada quilómetro percorrido, ou seja, 13000€, para doar na sua totalidade ao projeto para que possam continuar a exercer o seu papel na educação dos mais jovens.”

DSC00021
Manuel numa das suas aventuras

Vão passar por que países? Qual a distância que vão percorrer?

“Vamos percorrer cerca de 13000 km e passar por 19 países: Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Bélgica, Holanda, Alemanha, Dinamarca, Noruega, Suécia, Finlândia, Estónia, Letónia, Lituânia, Polónia, República Checa, Eslováquia, Áustria e Itália. Para além disso, vamos passar nos quatro maiores santuários cristãos: Fátima, Santiago, Lourdes e Vaticano. Vamos também tentar entrar em contacto com as comunidades portuguesas nos diferentes países!”

O que vão levar na bagagem?

“Uma vez que vamos em autonomia levamos apenas o mínimo. Em termos de roupa levamos equipamentos para enquanto andamos a pedalar e roupa para o fim do dia ou para dias em que eventualmente ficarmos a visitar a cidade em que estivermos. Levamos também tenda, esteiras, sacos cama e sacos bivaque, marmita e fogão, para dias em que acamparmos em vez de ficarmos em alojamentos. Pela primeira vez vamos viajar de bicicleta com um computador, que é essencial para podermos atualizar o blog, e claro levamos action cams para poder registar tudo. No geral é isso, mas claro que levamos carregadores para as tecnologias, kit de primeiros socorros, entre outros.”

Para quando está previsto o inicio da viagem? E o final?

“A saída vai ser no dia 27 de Agosto às 9h30, no Cabo da Roca. Aproveito para dizer que quem se quiser juntar a nós na primeira etapa do primeiro dia, do Cabo da Roca até ao Parque das Nações, pode saber mais detalhes em breve no nosso blog! Quanto ao final, é ainda uma incógnita.. a duração mínima prevista para a viagem será de quatro meses, mas é possível que demore até seis meses uma vez que vamos pedalar muito tempo durante o Inverno e os dias são muito mais curtos.”

E depois da viagem acabar, o que se segue?

“Depois da viagem também não há ainda um plano certo! Eu certamente vou começar a procurar emprego, mas o tempo o dirá, depende de como correr tudo.”

DCIM103GOPRO
Bárbara herdou do pai o gosto pela aventura e pela Natureza

Sentes-te preparada?

“Nem sim, nem não. Por um lado sim, estou muito ansiosa por sair e por começar esta que vai ser a minha maior aventura até agora. Há muitos países pelos quais vamos passar que sempre quis visitar e cujas culturas me causam muita curiosidade, como por exemplo a Dinamarca e a Finlândia, e que mal posso esperar para estar lá. Por outro lado claro que sinto aquele nervoso miudinho. Estou habituada a andar de bicicleta mas nada como 13000 km, e claro que há sempre a questão de não saber se temos uma cama ao fim do dia ou se vamos acampar no meio da floresta, a questão da diferença de línguas e culturas, e todos esses aspetos imprevisíveis!”

Vai valer a pena?

“Claro que sim! Ainda não fui mas já sei que sim. Tenho a certeza que esta será uma experiência fantástica da qual vou tirar imenso proveito. Para além disso tenho a oportunidade passar todo este tempo com o meu pai que é o meu maior professor no que toca à vida de aventureiro (e à vida em geral!) e que tenho a certeza que vai adorar esta viagem também.”

Não te esqueças: a partir do dia 27 de Agosto podes acompanhar a viagem da Bárbara e do Manuel através:

Podes também contribuir, caso queiras ajudar esta causa, para a Campanha de Crowdfunding que pretende juntar 13000€, 1€ por cada km percorrido, para o projecto Living Peace, tal como a Bárbara mencionou no post.

Tandem for peace PT
Tandem for Peace

Espreita aí os links (caso te tenham escapado as hiperligações ao longo do post):

Boa viagem Bárbara e Manuel! Até breve!

Texto de Ricardo Lopes e Bárbara Marques

Anúncios

Um comentário em “Viajar com… ‘Tandem for Peace’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s